Olhar Lula para além do maniqueísmo

Muitos se perguntam por que Lula é líder para presidente mesmo réu em várias ações penais e prestes a ser condenado em uma delas? Uma das principais razões é a memória afetiva de um Brasil que, por oito anos de governo Lula, se mostrou potente ganhando direito de ser sede até de Copa do Mundo desde 1950 e Olimpíada, a primeira na América do Sul.

Pré-sal, crescimento econômico pujante com distribuição de renda tirando da miséria absoluta mais de 20 milhões de brasileiros que não tinham o direito a três refeições ao dia. Quem diz que a miséria não é um grave problema certamente nunca passou fome na vida e por isso sai arrotando “bolsa esmola”, “curral eleitoral, “bovinos” e “massa de manobra”.

Lula representa o retirante que passou fome e sentou na cadeira onde só intelectual, acadêmicos, sociólogos e fazendeiros sentavam, a cadeira de presidente da nação. Por oportunismo ou não, Lula foi o único presidente que olhou para o lado pobre do Brasil (bolsa família entre outros programas sociais) e também para lado rico – “bolsa empresário”.

Agora, por outro lado, é preciso analisar os dois lados da história. Se o legado social de Lula – quase destruído por Dilma – é positivo, é impossível fechar os olhos que no governo Lula a corrupção que já existia foi institucionalizada e prosseguiu com sua sucessora, a Lava Jato está aí mostrando que o sistema político brasileiro está putrefato. E Lula deixou o governo com quase unanimidade de aprovação popular não fazendo a reforma política, tributária, trabalhista, só uma pequena reforma na Previdência no início do governo que fez o partido expulsar quadros históricos do PT, como Heloisa Helena, que votaram contra no Congresso.

Compreendo quem alega o lado social e carisma para ainda votar em Lula, mas é impossível negar o lado corrupto. Esquecendo as gritantes evidências que o presidente prevaricou durante o mandato e depois de deixar a presidência, ainda é possível observar que o discurso de mudança e ética na política, de 2002, foi um engodo. PT ganhou o voto de confiança dos brasileiros para, na sequência, o trair.

Mas é possível enxergar os dois lados de Lula e não cair no maniqueísmo de endeusamento ou torná-lo o pior demônio que já surgiu na terra.

Anúncios

Um comentário sobre “Olhar Lula para além do maniqueísmo

Os comentários estão desativados.