Temer parte para o ataque

Michel Temer resolveu apostar suas fichas no ataque contra JBS e PGR. Em novo pronunciamento no Palácio Planalto, o presidente fez um duro discurso de resistência as denúncias que deixaram seu governo por um fio.

Temer praticamente desafiou a justiça brasileira a prender os irmãos Batista, executivos da empresa e arquivar o inquérito contra ele.

Editora do Painel da Folha de São Paulo, Daniela Lima escreveu no Twitter: Temer lança uma versão engravatada do “deixa o homem trabalhar”. A referência é ao slogan de Lula na campanha de reeleição de 2006. É o que Temer se agarra para permanecer no governo: uma nova troca de governo pode jogar fora a recuperação da economia.

O problema é que são denúncias da maior gravidade que nem reformas necessárias podem salvar um governo moribundo.

Anúncios