FIM

Já era para o governo Temer. Não tem a menor condição depois da bomba atômica divulgada com exclusividade pelo Jornal O Globo. A saída, digamos, menos traumática é a renúncia de Michel Temer. Já! E as reformas necessárias ao país terão que ficar em stand-by e ver o que sai dos escombros.

Pensar que a República cairia via Odebrecht. Realmente é explosivo o que tem nas delações da empreiteira. Mas comparadas com essa dos sócios da JBS, foi um “traque”. Quem apertou o botão final e explodiu a República foi Joesley Batista.