Ato falho ou erro, Temer joga seu legado no lixo

O presidente Michel Temer concedeu entrevista ao apresentador Carlos Massa, o Ratinho. A entrevista foi no Palácio do Planalto e foi ao ar, no SBT, no mesmo dia da greve geral de sexta-feira, 28.

Entre outros assuntos, Temer disse o seguinte: “Acho que os governos agora precisam passar a ter marido, porque daí não vai quebrar”. O seu governo já está em míseros 4% de aprovação popular e Temer fornece mais material para críticas e desgaste dele. Não precisava de mais essa pérola.

No Dia Internacional da Mulher, Temer já havia “escorregado” ao dizer que só mulher é capaz de indicar desajustes de preço no supermercado. De um “elogio” virou uma polêmica de uma fala infeliz. Não sei se foi ato falho tanto no episódio de agora e de março ou palavras ditas no lugar errado. O que importa é que as falas do dia da mulher e agora foram infelizes, no mínimo.

Michel Temer se gaba de ter sido o pioneiro das delegacias para mulheres quando secretário de segurança pública de São Paulo, mas ao dizer que “mulheres são boas de supermercados” e que com um “marido” os governos não quebram, ele simplesmente joga esse legado no lixo. E mostra que não estava preparado para o cargo que caiu no colo dele por circunstância constitucional.

Anúncios

Comentar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s