A irresponsabilidade de Reinaldo Azevedo

Reinado Azevedo fez o seguinte comentário no seu programa na Rádio Jovem Pan. Veja:

É muito grave. Se ele sabe mesmo de uma conspiração entre os procuradores da força tarefa para derrubar o presidente da República, ele tinha que dar nomes aos bois e mais detalhes de como é, nomes de quem está usando delações e vazamentos para derrubar Michel Temer e para ter eleições diretas. Ficar denunciando sem detalhar a denúncia é coisa de irresponsável, só teorias conspiratórias.

Aliás, Reinaldo deu uma mudada de 180 graus após o impeachment. Ele virou um governista defensor do governo do PMDB em nome das instituições e do Estado de direito. Como se Michel Temer não fosse o vice-presidente de Dilma Rousseff e o PMDB aliado e cúmplice do PT na pilhagem na Petrobras.

Acho perigoso essa ode aos procuradores e ao juiz Sérgio Moro, essa sede de vingança contra os políticos. E acho importante as reformas que o governo está levando adiante que estavam paradas há tempos. Mas essas teorias conspiratórias, de ambos os lados, só servem para jogar mais gasolina no caldeirão que virou o Brasil.

Doria é diplomado prefeito em São Paulo

O prefeito eleito de São Paulo, João Doria (PSDB), o vice Bruno Covas (PSDB) e os 55 vereadores foram diplomados na segunda-feira (19). Sâmia Bomfim (PSOL) é feminista ativa e foi eleita vereadora. Ao receber seu diploma para tomar posse do mandato, Sâmia foi com uma camisa com “Fora, Temer”, a claque dela em coro gritou “Fora, Temer” e recebeu vaias de quem não concorda. Essa gente nem no momento solene da confirmação dos mandatos autorizados pelo voto popular deixa o proselitismo de lado. Deixa para fazer o embate político na Câmara de Vereadores, o local certo e apropriado.

protesto-samia

Anúncios