Temer foi o menos votado entre os vices

temer

Político de notória capacidade de agir nos bastidores, Michel Temer jamais foi um grande sucesso quando encarou as urnas. De todos os vice-presidentes do Brasil após o ciclo militar, o atual é de longe quem teve o desempenho eleitoral mais modesto antes de integrar a chapa eleita para governar o país.

Desde a eleição indireta de Tancredo Neves em 1985, os vices do Brasil foram José Sarney, Itamar Franco, Marco Maciel, José Alencar e, por fim, Michel Temer. Os quatro primeiros eram senadores quando foram escolhidos para compor chapa com o presidente. Temer era deputado federal por São Paulo.

Quando foi convidado a se juntar a Tancredo Neves, Sarney cumpria mandato de senador pelo Maranhão. Foi eleito em 1978, com 409.633 votos, equivalentes a 64,16% do total. O vice seguinte foi Itamar Franco. Em 1982, o futuro sucessor de Fernando Collor de Mello arrebatou 2.398.361 votos para se eleger por Minas Gerais.

Em 1995 Itamar passou a faixa presidencial a Fernando Henrique Cardoso, que tinha Marco Maciel como delfim. Em 1990, o novo vice havia sido reconduzido ao Senado pelos votos de 910.802 eleitores de Pernambuco.

O empresário mineiro José Alencar foi o eleito com Lula em 2002. Na eleição anterior, conquistou assento no Senado com 2.902.133 votos, cerca de 29 vezes mais que o universo que levou Michel Temer para a Câmara Federal em 2006.

Na ocasião, o futuro vice de Dilma Rousseff obteve 99.046 votos na tentativa de renovar seu mandato. A reeleição foi por um fio. O PMDB garantiu duas cadeiras. Temer foi o terceiro entre os candidatos do partido. A vaga só foi confirmada após os cálculos da sobra de votos, que deu ao PMDB mais um assento, o que garantiu Michel Temer na Câmara por mais quatro antes.

Entre a queda de Getúlio Vargas em 1945 e o golpe de 1964, os vices eram eleitos separados do candidato a presidente. Com isso, precisavam ser bem votados para assumir o cargo. Logo, pode-se dizer “que nunca antes na história desse país”, pelo menos desde o fim da República Velha, um político foi tão pouco votado antes de se tornar vice-presidente da república como Michel Temer.

Fábio Piperno (@piperno) é jornalista.

Anúncios