Jornal antecipou vitória de Republicano derrotado

truman

Os figurões Republicanos temem que a atual corrida pela indicação partidária talvez seja resolvida apenas na convenção, algo inédito desde 1948. Naquele ano, nenhum dos pré-candidatos acumulou o número necessário de convencionais nas primárias, cenário que pode se repetir na batalha entre Donald Trump e Ted Cruz.

Nas disputas pelos estados da primeira eleição pós-guerra, os mais votados foram o governador da Califórnia Earl Warren, o governador de Minnesota Harold Stassen e o senador por Ohio, Robert Taft, filho mais velho do ex-presidente William Taft.

Em quarto, com apenas 11,58% dos votos populares, ficou o ex-governador de New York Thomas Dewey, candidato do partido na derrota para Franklin Roosevelt em 1944.

Político moderado que fez fama ao prender líderes mafiosos quando era procurador do estado, Dewey se distanciou dos conservadores do partido ao se posicionar contra a cassação do registro do partido comunista americano. “Você não pode atirar contra uma ideia com uma bala”, repetia ele.

Com o partido dividido, os Republicanos decidiram liberar os convencionais para resolver o impasse no voto. Dewey negociou bem e venceu. Na disputa para reconquistar a Casa Branca para o GOP após cinco derrotas consecutivas, precisaria barrar a tentativa de reeleição do presidente Harry Truman e as ambições de Strom Thurmond, do Partido dos Direitos Estaduais Democrata (Dixiecrats), uma dissidência conservadora dos Democratas do sul.

Durante toda a campanha, Dewey liderou as pesquisas. Na semana da eleição, o Gallup e os demais institutos lhe davam uma vantagem média de 5%. Certo da vitória do Republicano, o jornal Chicago Daily Tribune apontou que Dewey estava eleito antes dos resultados se confirmarem.

A edição cantando a vitória do opositor se tornou um clássico entre os erros do jornalismo americano. Truman venceu por 2,2 milhões de votos e não se cansou de ser fotografado segurando o jornal que trocou a informação pela profecia.

Fábio Piperno (@piperno) é jornalista.

Anúncios