Indecisão sobre impeachment alimenta a extorsão política

Dilma-Temer

Seria um alívio para o país votar logo o pedido de afastamento da presidente Dilma. É preciso encerrar a questão o quanto antes. O suspense paralisa um país já em crise. E, somente a partir do fim da agonia, a normalidade e alguma previsibilidade estarão de volta.

Se votado em plenário, o processo se resolverá na conta mágica dos 172 votos, ironicamente apenas um acima do número do artigo do Código Penal que certamente se aplicaria a muitos políticos brasileiros.

Com o apoio do voto de pelo menos 172 deputados, dona Rousseff fica. Com menos que isso, sai. E, para um lado ou outro, fim de conversa.

Jamais ocultei o fato de que sou mais de 100% a favor que a presidente cumpra seu mandato até o fim. Para que isso ocorra sem tibieza, precisa ter a certeza de que permanecerá, o que só saberemos após a decisão do plenário.

Quanto mais se arrastar a definição do processo de impeachment, quanto mais a chantagem consiga procrastiná-lo, pior para o país. A demora exasperante significa que tanto a rejeição quanto a aceitação ficarão mais caras no balcão da extorsão política. E o país pagará a conta na forma da retração econômica, dos adiamentos, de investimentos e do desemprego galopante.

Com a definição, o país saberá quem irá conduzi-lo. E os chantagistas perderão a principal ferramenta que os valoriza: o leilão do impeachment! O país precisa se livrar dele.

A questão é saber se governo e oposição terão a coragem necessária para se posicionar e desatar o nó institucional que nos sufoca.

Não há mais tempo a perder.

Fábio Piperno (@piperno) é jornalista.

Anúncios

2 comentários sobre “Indecisão sobre impeachment alimenta a extorsão política

  1. Esta difícil de governar o Brasil após avanço da internet.
    E a fracassada da Globo que deve milhões ao BNDS… sabe que terá que acertar essa dívida gigantesca.

    E por isso ta metendo o pau no atual governo.

    Aff.

  2. Nosso País está a deriva, uma verdadeira nau sem rumo. Não acredito que nossos políticos tenham coragem de mover uma palha. Os partidos políticos fazem seus conchavos, recebem cargos públicos em troca de comprometimento. Mas a culpa é de todos nós, porque o nosso povo brinca de votar. É uma questão de berço, o que convenhamos poucos tem. Enquanto nós pais, entendermos que a escola deve ensinar e educar, estaremos nesta situação. A pseuda ” Falta de Tempo” cria este erro de conceito. Escola ensina e Pais educam, esse é o conceito.

Os comentários estão desativados.