Indignação seletiva

Eu sei que a revista Carta Capital muitas vezes é chapa branca. Mas é estarrecedor (plagiando a presidente Dilma) que a reportagem de capa da revista semana passada passou sem repercussão que merecia.

Por que só as capas da Veja são repercutidas até cansar? A revista Veja vende mais, mas isso não deveria ser parâmetro. A credibilidade de uma revista não pode ser apenas o número de exemplares vendidos. A credibilidade tem de ser testada no jornalismo praticado. E, convenhamos, Carta Capital e Veja sabem fazer jornalismo chapa branca. Não é só “mérito” de uma.

750 projetos Brasil afora sob a influência do doleiro Alberto Yousseff. Apenas quando Paulo Roberto Costa confirmou na CPMI dias depois é que houve repercussão. Se tivesse saído na Veja talvez a repercussão da imprensa e nas redes sociais seria como deveria ser. Isso que me deixa revoltado. Sai numa revista e é o maior escândalo, dias repercutindo. Sai noutra revista, uma nota… Isso que é falsa simetria. É indignação seletiva.

Indignação seletiva não é legal. O indignado seletivo separa as notícias para se indignar, ao fazer isso acaba distorcendo os fatos e até a realidade, entra em um mundo paralelo e comete injustiças. Quer se indignar, se revoltar? Se revolte com tudo de errado e não apenas com o que você acha que é errado.

PbRq04X

Anúncios