Esquerda e Direita

Por Aloisio Villar

Foi-me encomendada uma coluna sobre direita e esquerda, se ainda existe e isso ocorreu em um momento muito interessante onde eu mesmo me pergunto sobre isso graças a umas coisas que leio no twitter.

Sigo algumas pessoas na rede social que vivem e discutem política, entre elas os atores José de Abreu e Paulo César Peréio [Perfil Fake], petistas fanáticos e o cantor do Ultraje a Rigor Roger, claramente um anti-petista.

Quase que diariamente tem brigas entre eles, ofensas, baixaria e “elogios” como “reacionário”, direitista” de um lado, “ladrões”, “corruptos” de outro e eu fico pensando quem está certo nessa briga. Se é que alguém está certo.

Essas expressões “esquerda” e “direita” e tudo que lhes envolve vem da Revolução Francesa, onde os membros do Terceiro Estado que almejavam uma mudança no governo vigente sentavam-se à esquerda da assembléia, enquanto os do clero e da nobreza que desejavam a conservação da forma de governo, à direita.

E ao longo dos anos esquerdistas e direitistas travaram duelos. A direita ficou conhecida como conservadora e esquerda liberal. Direita a capitalista, adepta do liberalismo e abertura do mercado. A esquerda onde o estado se sobressai. A direita capitalista, esquerda socialista.

É até curioso que a gente veja a direita como conservadora e a esquerda liberal se lembrarmos que a maioria dos países que adotaram o socialismo eram ditatoriais. Mas esse tipo de governo não foi primazia da esquerda, é só lembrar das ditaduras militares pela América do Sul.

O maior representante da direita e do capitalismo sempre foi os Estados Unidos, da esquerda e socialismo União Soviética. Mas com a desintegração soviética a coisa ficou estranha.

A China continua se dizendo socialista e é o país que mais cresce no mundo com um estilo econômico muito mais capitalista que socialista. Esquerda e direita começam a se confundir. Ainda temos países como Cuba e Coréia do Norte que são fechados, mas isso é cada vez mais raro.

Eu no colégio tive professores petistas ferrenhos que davam aula de Moral e Cívica e OSPB onde dividiam o mundo em direita e esquerda e se assumiam como esquerdistas jogando para a direita todos os males do mundo.

Alguns anos depois o PT, símbolo máximo da esquerda brasileira assume o poder no país e faz um governo que muito pouco lembra a esquerda.

Tem sim seu lado social como tirar muitos da miséria e aumentar o poder de compra dos mais pobres, fatos típicos da esquerda, mas sua política econômica é praticamente a mesma do PSDB a quem acusam ser de direita e se uniram a gente como José Sarney, símbolo da direita brasileira.

Antigamente a coisa era bem dividida aqui entre ARENA (direita) e MDB (esquerda), mas com o pluripartidarismo o MDB virou PMDB que de esquerda tem nada. O que era pra ser direita no Brasil PFL e PDS fez alianças com partidos de centro esquerda como a aliança PSDB/PFL que fez de Fernando Henrique Cardoso presidente.

PDS foi mudando de nomes ao longo dos anos e hoje é PP. Seu maior representante é Paulo Maluf, governador de São Paulo no tempo do regime militar. Sua polícia prendeu o então líder dos sindicalistas Lula e mais de três décadas depois os dois apertaram mãos para uma aliança.

O ex-comunista Robert Freire é hoje aliado de partidos mais à direita, Fernando Gabeira que nos anos sessenta sequestrou embaixador americano é de partido que já fez alianças com o PSDB, que até hoje é aliado do PFL que mudou de nome e se chama DEM.

É muito complicado definir direita e esquerda no Brasil hoje. Ninguém no país hoje em dia gosta de se definir como direita, os políticos têm vergonha disso e o PT não é mais um partido de esquerda. Ele tem práticas e pensamentos parecidos com todos os partidos.

Temos o PSOL que é o PT dos novos tempos que poderia ser chamado de esquerda, mas o partido é bem mais light, por exemplo, que partidos como PSTU ou PCO que são de extrema esquerda. No Brasil de hoje são os únicos que consigo identificar esses traços.

Esses exemplos do Brasil valem pro mundo. Vivemos hoje em uma aldeia global onde um espirro na Grécia provoca gripe no Brasil. Mais que esquerda e direita vejo todos os países interligados, como se tivessem de mãos dadas e se um tropeçar todos caem.

Voltando então ao começo da coluna onde eu falava das brigas do twitter. São apaixonados, apenas isso, apaixonados não enxergam as coisas como devem ser e acreditam mesmo naquilo que dizem.

O mundo mudou, Brasil mudou. Acho que expressões como direita, esquerda e reacionário ficaram no passado. Hoje todo mundo tem um pouco de direita, esquerda, liberalismo e conservadorismo dentro de si.

Só acho que mais importante que estar à direita ou esquerda é estar à frente.

Anúncios