Arquivos do Blog

Eleições 2014: Pesquisa Ibope

O Ibope acaba de divulgar mais uma pesquisa presidencial a pedido da TV Globo. Continua no limite a vitória da presidente Dilma no primeiro turno e um possível segundo turno na corrida eleitoral 2014.

Diferença da presidente contra os demais candidatos: 38% x 38%. Ou seja, não tem como afirmar se terá segundo turno. O que é muito paradoxo já que aproximadamente 70% da população deseja mudança. Um ponto que petistas e governistas podem comemorar é o fato da avaliação positiva do governo ter crescido, mas Dilma continua sendo a mais rejeitada entre os postulantes ao Planalto (36%).

Já a oposição pode comemorar os números nas simulações de um possível segundo turno. Aécio Neves e Eduardo Campos cresceram 3% em relação a pesquisa Ibope anterior. Só que Dilma também cresceu 3% contra Campos e 1% contra Aécio.

Na próxima pesquisa Datafolha já será possível observar se as denúncias nas revistas Época (sobre funcionários ligados ao PT recebendo sem trabalhar no Sesi) e Veja (gabarito das perguntas da CPI da Petrobras entregue a depoentes) afetaram ou não a candidatura da presidente Dilma.

Pesquisa presidencial Ibope 7-8

Eleições 2014: Pesquisa Datafolha

presidenciaveisNova pesquisa Datafolha mostra Dilma na frente com 36%, Aécio com 20%, Eduardo Campos com 8% e Pastor Everaldo com 3%.

Desde fevereiro Aécio Neves tirou 23 pontos de diferença para Dilma Rousseff nas simulações de segundo turno. Eduardo Campos tirou ainda mais, 25 pontos.

A diferença de Dilma para os demais candidatos nessa pesquisa é de 0 ponto. No limite para ter segundo turno, o que deixa a disputa presidencial ainda mais imprevisível. Sem dúvida essa eleição é a mais imprevisível desde a eleição de 1989. A primeira eleição presidencial depois da redemocratização.

Sem as propagandas da Caixa e Petrobras no clima de Copa mostrando o sucesso na organização do torneio e as notícias não agradáveis sobre a economia, resta para Dilma o maior tempo no horário eleitoral. E torcer para o João Santana fazer aqueles filmes disney.

Os números dessa pesquisa são preocupantes para o Planalto e o PT. É para ligar o sinal amarelo, mas cair no desespero só piora a situação. A alegria da oposição, sobretudo os tucanos, é justificável, porém com parcimônia.

pesquisa Datafolha 16-7

Aécio e Campos sobem, Dilma é a mais rejeitada e Lula “o mais preparado para mudanças”, diz nova pesquisa Datafolha

A nova pesquisa de intenções de voto para a corrida presidencial 2014 divulgada na manhã de sexta-feira (09) mostra que continua o crescimento dos candidatos de oposição – Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB). O candidato do PSC, Pr. Everaldo Pereira, subiu de 2% para 3% nesta pesquisa em relação à pesquisa anterior e continua sendo o melhor entre os candidatos dos partidos pequenos.

Dois pontos desta pesquisa chamam bastante atenção. Um em especial é preocupante para Dilma e o PT. Ela é a candidata com mais rejeição: 35%, contra 33% de Eduardo Campos, e 31% de Aécio Neves. Lula só tem 17% de rejeição. A rejeição de Dilma é o dobro da rejeição de Lula. Outro ponto que chama atenção também envolve o ex-presidente, Lula é quem “está mais preparado para fazer mudanças no Brasil” para 38% dos entrevistados. Como foi dito aqui, esses números podem aumentar o barulho do movimento “Volta, Lula”.

O anuncio (aumento de 10% no programa Bolsa Família, correção da tabela do IR e a garantia da política de valorização do salário mínimo) feito em pronunciamento na véspera do Dia do Trabalho pela presidente – que segundo a oposição usou a cadeia de rádio e TV para fazer propaganda eleitoral antecipada e pediu ao TSE e ao Ministério Público Federal que investiguem Dilma por improbidade administrativa – não fez o efeito esperado na população.

Aconselhada pelo marqueteiro João Santana, Dilma resolveu subir o tom em pronunciamentos e entrevistas contra a oposição. Entrando de vez na campanha pela reeleição, garantiu que será candidata mesmo sem apoio da base aliada. Isso fez o PT antecipar o lançamento de seu nome à reeleição, o que só seria feito na convenção do partido em junho.

Apesar da desidratação nos números gerais, Dilma ainda vence com tranquilidade no Norte/Nordeste, 53% e 52%. O pior resultado da petista é no Sul, 29%. Aécio tem melhor desempenho no Sudeste, 27%. Pior resultado do tucano é no Norte/Nordeste, 13% e 12%. Eduardo Campos tem melhor resultado no Nordeste, 16%, e, 15%, no Centro-Oeste. Seu pior resultado é no Sudeste, 7%.

As chances de reeleição de Dilma no primeiro turno foram reduzidas para quase zero. Agora o que resta para o PT e a coordenação de campanha da presidente é tentar garantir esses 40% e esperar Aécio Neves ou Eduardo Campos/Marina Silva para um segundo turno que promete ser mais disputado que o segundo turno de 2010 entre Dilma Rousseff e José Serra.

pesquisa-datafolha-maio-2014

Pesquisa presidencial: Aécio Neves passa dos 20%

14020070575525651

Pesquisa Sensus realizada entre os dias 22 e 25 de abril em parceria com a revista IstoÉ mostra Aécio Neves com 23,7% de intenções de voto. A presidente Dilma Rousseff (PT) tem 35%; Aécio (PSDB), 23,7%; Eduardo Campos (PSB), 11%.

Finalmente a candidatura do Senador mineiro Aécio Neves decolou e passou dos 20% nas pesquisas de intenções de voto. Datafolha e Ibope já mostraram esse avanço nas suas últimas pesquisas divulgadas, mas uma subida muito tímida. Aquelas pesquisas mostravam que o povo não estava satisfeito com Dilma Rousseff e seu governo, mas não queria os candidatos de oposição ou não os conheciam ainda.

O eleitor começou a se inteirar um pouco mais dos candidatos, mas só depois da Copa do Mundo é que ele vai conhecer os candidatos pra valer. As próximas pesquisas do Ibope e do Datafolha confirmarão ou não essa subida de Aécio. E qual o tamanho do impacto do pacote anunciado pela presidente no pronunciamento pelo Dia do Trabalhador na população – aumento de 10% no programa Bolsa Família, correção na tabela do IR e continuação da valorização do salário mínimo.

Se os resultados das próximas pesquisas dos dois principais Institutos (Ibope e Datafolha) não forem favoráveis a presidente Dilma, o movimento “Volta, Lula” deve continuar e até ficar mais barulhento.

Ainda é cedo para o alerta vermelho, mas o sinal amarelo já está aceso no PT

pesquisa datafolha

A mais nova pesquisa Datafolha divulgada ontem (05/04) mostrou queda de 6 pontos nas intenções de voto da presidente Dilma em relação a pesquisa anterior (20 de fevereiro). Dilma Rousseff (PT) caiu de 44% para 38%.

A crise na Petrobras pode ter jogado água na reeleição da presidente Dilma. Caiu no colo da oposição uma chance de ouro para derrubar o PT do poder. Agora, não basta ter um escândalo deste tamanho se a oposição não souber usar na campanha. O mensalão é prova disso. Apesar de ocorrido um ano antes das eleições de 2006, o presidente Lula conseguiu a reeleição.

Os votos do principal candidato entre os chamados nanicos é que podem decidir se vai ter ou não segundo turno. Everaldo Pereira (PSC), que aparece com 2% nessa pesquisa, pode conquistar até 5% na eleição, segundo prognósticos de analistas políticos. O Pastor pode fazer até mais que 5%. Com a força das igrejas evangélicas, ele tem potencial para alcançar dois dígitos. Até por isso que o PT já articula a desistência da candidatura dele e apoio do PSC a candidatura de Dilma.

O mais impressionante dessa pesquisa do Datafolha é que as intenções de voto da presidente Dilma caíram muito, é um fato, mas a oposição não cresceu ou cresceu quase nada. Ou seja, o povo não está muito satisfeito com o governo Dilma, mas não quer as alternativas que estão aí. Não agora. Por enquanto é isso o que se pode tirar de análise dessa pesquisa.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 724 outros seguidores